CONTRIBUIÇÃO ÁRABE NA FORMAÇÃO DO PORTUGUÊS
(Vocabulário português legado pelos árabes)
José Pereira da Silva (UERJ)
 
ABREVIAÇÕES

As alterações aqui utilizadas remetem sempre à bibliografia. A saber:

ABH - Aurélio Buarque de Holanda Ferreira: Novo Dicionário da Língua Portuguesa.

AGC - Antônio Geraldo da Cunha: Dicionário Etimológico Nova Fronteira de Língua Portuguesa.

CMV - Carolina Michaëlis de Vasconcelos: Lições de Filologia Portuguesa.

JPM - José Pedro Machado: Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa.

SSN - Serafim da Silva Neto. História da Língua Portuguesa.

 

 

Aba, abá s. Manto de beduínos. JPM, ABH.

Abaci s. Relativo ao Xá Abaz II. JPM.

Abolório, avelório s. Miçangas, vidrilhos. Normalmente usada no plural. Entrou no português através do castelhano abalório. JPM, AGC, CMV, ABH.

Abuna s. Bispo abissínio. AGC.

Açacaia s. Fonte, reservatório de água. JPM, SSN.

Açacalar v. Polir, brunir. AGC, SSN, CMV, ABH.

Açafata s. Dama a serviço da família real, encarregada de transportar no açafale, lenços, toucados etc. AGC, ABH.

Açafate s. Pequeno cesto, sem arco e sem asas. AGC, SSN, CMV, ABH.

Açafelar v. Rebocar, cobrir com pedra e cal (uma parede, um muro). AGC, ABH.

Açafrão s. Planta da família das iridáceas. AGC, SSN, CMV, ABH.

Açaimar v. Colocar açaimo. AGC.

Acaimo s. Cabreastilho que se põe no focinho dos animais para não morderem ou não comerem. A origem é apenas possível. AGC.

Acelga s. Erva da família das quenopodiáeas.. AGC, CMV, ABH.

Acepipe s. Iguaria delicada, petisco. AGC, SSN, CMV, ABH.

Acéquia s. Represa, açude, canal para irrigar. AGC, SSN, ABH.

Acéter s. Púcaro de beber água.

Achaque s. Causa, motivo, pretexto, queixa, mal-estar. AGC, CMV.

Acica s. Bolsa. AGC, ABH.

Acicate s. Espora, estímilo, incentivo. AGC, CMV, ABH.

Acitara s. Cortina, repositório. AGC, ABH.

Açoite s. Chicote, flagelo. AGC, ABH.

Açorda s. Sopa de pão, temperada com azeite, alho etc. AGC, SSN, CMV, ABH.

Açotéia s. Terraço, mirante. AGC, ABH.

Açougue s. Lugar onde se vende carne. AGC, CMV, ABH.

Açúcar s. Produto alimentar, de sabor doce, extraído, principalmente, da cana-de-açúcar e da beterraba. AGC, SSN, CMV, ABH.

Açucena s. Planta da família das amarilidáceas, de flores coloridas. ABH, AGC, CMV, SSN

Açude s. Represa de água, barragem. ABH, AGC, CMV, SSN

Adail s. Guia, chefe. ABH, AGC, CMV, SSN

Adarga s. Antigo escudo. ABH, AGC, CMV, SSN

Adarme s. Antiga medida de peso equivalente a, aproximadamente, dosi gramas. ABH, AGC

Adarve s. Caminho estreito por trás das ameias de uma fortaleza. ABH, AGC, CMV, SSN

Adeleiro s. Pessoa que compra e vende trastes usados; adelo. ABH

Adelo s. Mercador de trastes usados. ABH, AGC, SSN

Adiafa s. Hospitalidade, banquete; banquete que se dá ao hóspede. JPM, SSN

Adore s. Tijolo de argila misturado com palha e cozido ao sol. ABH, AGC, CMV

Adore s. Grilhão, algema. ABH, AGC

Adua s. Rebanho. ABH, AGC

Adufa s. Batente de porta. AGC

Adufe s. Espécie de pandeiro. AGC, SSN

Afagar v. Acariciar, adular. ABH, AGC

Agomia, agúmia s. Arma usada pelos mouros de Malabar; faca; punhal. ABH, AGC, SSN

Aguazil s. Antigo funcionário militar e judicial. ABH, AGC

Aine s. Nome da 18.a letra do alfabeto arábico. JPM

Alabardim, alabardina s. Planta dos pântanos; junco, palha dos charcos. JPM

Alacil, alacir s. Sumo, suco. JPM

Alaçor s. Tintura amarela; espécie de aplanta, cáriamo. JPM

Alagrau, lacraia, lacrau s. Escorpião. ABH, JPM, AGC, CMV

Alaela s. Bairro, residência, povoação. JPM

Alamar s. Enfeite de vestuário, linha de pesca. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alambar, âmbar s. Substância sólida proveniente do intestino do cachalote; resina fóssil, utilizada na fabricação de vários objetos. ABH, JPM, AGC

Alambique s. Aparelho de destilação. ABH, AGC, CMV

Alambor s. Suporte ou aumento de espessura na base de uma construção de alvenaria. ABH, JPM

Alambra, alardo s. Revista de tropas; aparato, ostentação. AGC

Alarme, alardo s. Revista de tropas; aparato, ostentação. AGC, SSN

Alarido s. Grito de guerra dos muçulmanos; gritaria, algazarra. Provavelmente de origem árabe. AGC, CMV, SSN

Alarife s. Que conhece, que está bem informado. ABH, JPM

Alaroças s. Noiva, mulher desposada. JPM

Alarve s. Árabel; homem grosseiro ou rude. ABH, AGC

Alarvio s. O arábico, o árabe. JPM

Alaúde s. Antigo instrumento musical de cordas dedilháveis, de origem oriental. ABH, AGC, CMV, SSN

Alazão s. e adj. Cavalo que tem o pelo cor de canela. ABH, AGC, CMV

Albafar s. Antigo perfume extraído da raiz da junça. ABH, AGC

Albarda s. Cela grosseira para bestas de carga. ABH, AGC, CMV, SSN

Albarrã, albarrão, alvarrã, alvarrão s. Torre saliente em castelos ou erguidas ao longo das muralhas. ABH, JPM, AGC, SSN

Albarrada s. Recipiente, vaso de duas asas, bilha, chaleira, bule, vaso de barro poroso para refrescar água. JPM, CMV

Alberca, alverca s. Terreno alagadiço, tanque ou vala para refrescar de água de regar a terra. ABH, AGC

Albetoça s. Tipo de navio. JPM, SSN

Albitana, alvitana s. Forro de vestuário. JPM

Albogue, alboque s. Flauta, buzina, corneta, clarim. ABH, JPM, AGC, CMV

Albornoz s. Grande manto de lã usado pelos árabes. ABH, AGC, CMV

Alborque s. Refeição que se oferece quando se firma um contrato. ABH, AGC, SSN

Albrigoque s. Abricó. ABH, AGC

Albufeira s. Lagoa, pequeno mar. JPM, CMV, SSN

Alcabila s. Tribo de povos nômades. JPM

Alcaçár s. Cf. alcácer.

Alcaçaria s. Alojamento para mercadores em trânsito, que dispunha de depósito para mercadorias. ABH, AGC, SSN

Alcacel, alcacer s. Cevada ou trigo cortados ainda verdes; forragem. JPM

Alcacema s. Beleza, elegância; face, frente, cara. JPM

Alcácer, alcáçar s. Antiga fortaleza ou castelo fortificado. ABH, AGC, CMV

Alcáceva, alcáçova, alcaçova s. Fortaleza; castelo de popa de embarcação de guerra. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alcachofa, alcachofra, alcachofre s. Planta da família das compostas. ABH, JPM, AGC, CMV

Alcaçuz s. Planta da família das leguminosas, cuja raiz é medicinal. ABH, AGC

Alcadafe, alcadefe s. Vaso para medir vinho e aparar as verteduras. ABH, AGC

Alcáfar s. Garupa, traseira. JPM

Alcaguete s. Delator. ABH, AGC

Alcaide, alcaíde s. Antigo governador de castelo ou de província; antigo oficial de justiça. Na primeira acepção, o vocábulo deriva do árabe alq’a’id, ‘governador’, e na segunda de al-q’ad’i, ‘juiz’. Em português, pelo menos a partir do século XVI, as duas acepções já se confundiam. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alcaima s. Tenda do árabe nômade. JPM

Alcaiote s. Delator, alcoviteiro; alcagüete. ABH, AGC

Alcalde s. Cf. alcaide.

Álcali s. Qualquer hidróxido, ou óxido, dos metais alcalinos. ABH, AGC

Alcama s. Espécie de gamarra ou cabresto e freio que envolve o queixo do cavalo. JPM

Alcamonia s. Espécie de bolo, feito geralmente de farinha, melaço, gengibre, cominho etc. ABH, AGC

Alcânave s. Cânhamo. JPM

Alcândora s. Poleiro. ABH, AGC

Alcanfor, alcanfora, cânfora s. Substância cristalina, com odor característico, de largo emprego industrial e medicinal, extraída de vários vegetais, e também obtida por via sintética. Através do latim medieval camphora. ABH, JPM, AGC, CMV

Alcântara s. Nome de lugar que significa ‘a ponte’. CMV, SSN

Alcanzia s. Bola, granada, mealheiro de barro. ABH, AGC

Alcaparra s. Botão floral da Capparis spinosa L., usada como condimento. Do moçárabe, aparentado com o latim coppari e com o árabe al-kábar. ABH, AGC

Alcaraca, alcaraza s. Jarro de boca estreita; garrafa, frasco, vasilha para refrescas água, bilha. JPM, CMV

Alcaravão s. Ave da família dos ardeídeos. ABH, AGC

Alcaravia s. Planta herbácea da família das umbelíferas. ABH, AGC

Alcaria s. Aldeia, vila. JPM

Alcarrada s. Antiga máquina de guerra, catapulta. AGC

Alcatéia s. Bando de lobos, grupo de animais ferozes. ABH, AGC

Alcatifar s. Revestir com alcatifa. ABH, CMV

Alcatira s. Planta da família das leguminosas. ABH, AGC

Alcatra s. Peça de carne de rês. AGC

Alcatrão s. Matéria inflamável, escura e viscosa, obtida pela destilação de várias substâncias orgânicas. ABH, AGC, CMV

Alcatrate s. Série de pranchões que serve de remate dos revestimentos do casco de navios. ABH, AGC

Alcatraz s. Espécie de pelicano. ABH, AGC

Alcatruz s. Vaso de barro, caçamba, manilha. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alcavala s. Tributo, imposto forçado. ABH, AGC, CMV, SSN

Alcazar s. Cf. alcácer. JPM

Alcofa s. Topo de cesto de vime ou de folha de palma. ABH, AGC

Álcool s. Líquido incolor, volátil, com cheiro e sabor característicos, muito usado na medicina doméstica. Do latim moderno alcohol, derivado do árabe vulgar al-kohol (clássico al-huhh). ABH, AGC

Alcorão, corão s. Livro sagrado dos muçulmanos. ABH, AGC, SSN

Alcorça, alcorce s. Massa de farinha e açúcar, com que se fazem ou cobre doces; pão redondo e chato. ABH, JPM, AGC

Alcorque s. Calçados com sola de cortiça. ABH, AGC

Alcova s. Aposento, recâmara, quarto de dormir. ABH, AGC, CMV, SSN

Alcoveta(o) s. Mulher (homem) que serve de intermediária(o) em relações amorosas. ABH, AGC

Alcunha s. Apelido. ABH, AGC, CMV

Alcabarã, alcabarão, aldebarã, aldebaran s. A estrela Alfa, da constelação de Touro; as que seguem as plêiades. ABH, JPM, SSN

Aldeia s. Pequena povoação. ABH, AGC, CMV

Aldraba, aldrava s. Trinco, lingüeta, ferrolho em ferro. ABH, JPM, AGC, SSN

Alecrim s. Planta da família das labiadas. ABH, AGC, CMV, SSN

Alefriz s. Entalhe feito em embarcações. Provavelmente de origem árabe. ABH, AGC

Aleive s. Traição, calúnia, injúria. Talvez do árabe. AGC

Aleli s. Planta ornamental da família das crucíferas. Talvez do árabe. AGC

Aletria s. Fios de massa de farinha com ovos. ABH, AGC, CMV, SSN

Alface s. Planta hortense da família das compostas. ABH, AGC, CMV

Alfaço, alfaco s. Cogumelo (?).ABH, JPM

Alfadia s. Presente, brinde. ABH, JPM

Alfafa, alfalfa s. Planta forraginosa da família das leguminosas; esparto. ABH, JPM, AGC

Alfageme s. Barbeiro que, além do seu ofício, afiava armas brancas; fabricante de armas brancas. ABH, AGC, CMV, SSN

Alfaia s. Enfeite; adorno. ABH, AGC, CMV

Alfaiate s. Costureiro. ABH, AGC, CMV, SSN

Alfama s. Fonte termal. CMV, SSN

Alfândega s. Repartição pública encarregada de vistoriar bagagens e mercadorias em trânsito e cobrar os direitos de entrada e saída. ABH, JPM, AGC, CMV

Alfaneque s. Pele preciosa. JPM

Alfange, alfanje s. Tipo de sabre. ABH, AGC, CMV, SSN

Alfaque s. Banco de areia movediça, principalmente na foz dos rios. ABH, AGC

Alfaqui, faqui s. Sacerdote e legista, entre os muçulmanos. ABH, AGC, CMV

Alfaraz s. Cavalo árabe. ABH, AGC

Alfarda1 s. Vestuário. JPM

Alfarda2 s. Contribuição. JPM

Alfarém, alfarema, alfareme s. Coberta que serve de vestuário. JPM

Alfarja, alfarje s. Engrenagem de lagar. JPM

Alfarrábio s. Livro antigo ou velho. Do antropônimo árabe al-F’ar’abi, filósofo que viveu no século X, tornando símbolos do que é antiquado. ABH, AGC

Alfarroba s. Planta da família das leguminosas. ABH, AGC, CMV, SSN

Alfavaca s. Planta hortense da família das labiadas. ABH, AGC

Alfazema s. Planta aromática da família das labiadas. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alfeça, alferça, alferce s. Machado, picareta. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alfeire s. Chiqueiro, pocilga. ABH, AGC

Alfena s. Doce açucarado; arbusto da família das oleáceas. ABH, JPM

Alféloa s. Pasta doce com que se fazem vários artigos de confeitaria. ABH, AGC

Alfenide, alfenim s. Tipo de doce. ABH, AGC

Alferça, alferce. Cf. alfeça.

Alferes s. Cavaleiro árabe e, mais tarde, o que conduzia a bandeira nos combates; postos de hierarquia militar em Portugal e no Brasil. ABH, AGC, CMV, SSN

Alfil, alfim, alfir s. Peça de jogo de xadrez que representa um elefante; elefante. JPM, AGC

Alfinete s. Pequena haste de metal, com uma extremidade aguçada e a outra em forma de cabeça, que serve para prender panos, papéis etc. ABH, AGC, CMV, SSN

Alfitete s. Massa doce que tem vários usos culinários. ABH, AGC

Alfitra s. O que se dá como esmola quando se faz jejum do Tamadão; esmola. JPM, SSN

Alfobre, alfofre s. Celeiro público, armazém de cereais. ABH, AGC, CMV

Alfola s. Manto, dalmática, vestido, vestuário. JPM

Alfolim, alfonim s. Celeiro público, armazém de cereais. JPM

Alfolva, alforba, alforfa, alforja, alfova s. Penacho. JPM

Alfombra s. Tapete espesso e fofo. ABH, AGC, SSN

Alfonsim s. Antiga moeda portuguesa. Do antropônimo Alfonso, por Afonso, com provável influência árabe. ABH, AGC

Alfonim s. Cf. Alfolim.

Alforge s. Duplo saco, fechado nos extremos e aberto no meio. ABH, AGC, SSN

Alforma s. Salvo-conduto; pessoa munida desse salvo-conduto. JPM

Alforra s. Ferrugem das searas; causada por uma espécie de fungo; alfonsia. ABH, AGC

Alforreca s. Água-viva; urtiga. ABH, JPM, AGC

Alforria s. Arrabalde, subúrbio. AGC

Alfrezes s. Leito, cama, colchão, esteira, tudo que estende no chão para servir de leito. JPM

Alfridária s. Preceito, lei, regra, disposição da instituição divina prescrita no Alcorão. JPM

Alfurja, alfuja s. Pátio interno destinado a ventilar e iluminar cômodos de uma casa. ABH, AGC

Algália1 s. Licor de almíscar, almiscareira. ABH, AGC

Algália2 s. Instrumento de trabalho, utensílio. ABH, AGC

Algar s. Incursão militar em território inimigo. ABH, AGC

Algara s. Incursão militar em território inimigo. ABH, AGC

Algarada s. Relativo a algara. ABH, AGC, CMV

Algaravia s. A língua árabe; linguagem confusa e incompreensível, geringonça. ABH, AGC, CMV

Algaraviada, algaraviado, algraviada. Confusão de vozes, algazarra, gritaria, os latinos que se serviam da escrita e da língua arábica. ABH, AGC, CMV

Algarismo s. Símbolo usado para a representação sistemática dos números. Do latim medieval algorismus (e algirithmus, por influência do matemático árabe al-Huu’arism’i, que viveu no século IX. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Algarrada s. Balista. JPM

Algarroba s. Cf. alfarroa.

Algarve s. Nome de lugar que significa ‘ocidente’, ‘poente’. CMV, SSN

Algarvia s. e adj. Relativo ao Algarve; tagarela, falador. ABH, SSN

Algazarra s. Gritaria, vozearia, clamor. ABH, AGC, CMV, SSN

Álgebra s. Ramo da matemática. Do latim medieval algebra, derivado do árabe al-gabr. ABH, JPM, AGC, CMV

Algeiroz s. Cf. algeroz.

Algema s. Instrumento de ferro com que se prendem os braços pelos pulsos. ABH, AGC, CMV

Algemar v. Prender, manietar com algemas. ABH, CMV

Algemia s. Cf. aliamia.

Algeroz, algeiroz s. Calha que recolhe e encaminha as águas pluviais do telhado. De provável origem árabe. ABH, AGC, SSN

Algezira s. Nome de lugar que significa ‘a ilha’.

Algibe, aljube s. Cisterna, cárcere, masmorra. Através do castelhano aljibe. ABH, JPM, AGC

Algibebe s. Vendedor de roupas e fazendas ordinárias. ABH, AGC, CMV, SSN

Algibeira s. Bolso. Através do vocábulo aljaveira/aljaveira, de aljava. ABH, AGC, CMV

Algodão s. Conjunto de fios alvos, macios e compridos, que envolvem as sementes do algodoeiro. ABH, AGC, CMV, SSN

Algol s. Compilador científico que traduz, em linguagem de algébricas. ABH, CMV

Algoritmo s. Processo de cálculo ou de resolução de um grupo de problemas. AGC

Algoz s. Carrasco, pessoa cruel, desumana. Provém do nome de uma tribo turca. (Gozz), cujos indivíduos serviam de carrascos no império dos Almóadas. ABH, AGC

Alguazil s. Cf. aguazil.

Alguergue s. Pedra multicor usada em certos jogos; jogo das pedrinhas. ABH, AGC

Alguidar s. Vaso baixo, em forma de tronco de cone invertido. ABH, AGC, CMV

Alicate s. Ferramenta própria para prender ou cortar certos objetos. ABH, AGC, SSN

Alicerces s. Base, fundação, sustentáculo. ABH, AGC, SSN

Alizar s. Guarnição de madeira para portas e janelas; rodapé. ABH, AGC, SSN

Alizari s. Raiz seca da ruiva ou da garança. ABH, AGC

Aljamia, algemia s. Linguagem portuguesa (ou espanhola) mesclada com o árabe; texto português (ou espanhol) escrito em caracteres arábicos. JPM, AGC, CMV

Aljaravia s. Veste ampla de mangas curtas e largas, com capucho; ainda hoje está em uso em Marrocos e no Egito, embora aqui a designar vestuário diferente. JPM, AGC

Aljaraz s. Sino, badalo, guizo. JPM

Aljava s. Estojo onde se metiam as setas e que trazia pendente no ombro. ABH, AGC, CMV

Aljaveira s. Lugar em guardam as aljavas. CMV

Aljazar s. Terreno seco, cercado de água do mar. ABH, AGC

Aljofaina s. Alguidar, ecudela. JPM

Aljôfar, aljofre s. Pérola. ABH, AGC, CMV

Aljorce, algorge, aljorze, arjoz s. Sino, badalo, alguidar, aljaraz. JPM

Aljuba s. Tipo de veste árabe semelhante ao colete, com ou sem mangas, gibão. ABH, AGC

Aljube s. Cf. algibe.

Aljuz s. Noz. JPM

Almácega s. Pequeno tanque ou reservatório de água. Os árabes trouxeram esta palavra do grego. ABH

Almada s. Nome de lugar que significa ‘a mina’. CMV, SSN

Almádena s. Torre de mesquita de onde o almuadem chama os crentes para a oração. ABH, AGC

Almadia s. Tipo de embarcação africana e asiática. ABH, AGC, SSN

Almadraba, almadrava s. Armação para pesca do atum. ABH, AGC

Almadraque s. Almofada, colchão. AGC, SSN

Almáfega s. Tecido grosseiro. AGC

Almafreite s. Tapete, esteira. JPM

Almagra, almagre, almagro s. Argila avermelhada; sangue plebeu; rubrica. ABH, JPM, AGC

Almanaque s. Publicação que, além de um calendário completo, contém matéria recreativa e informativa. ABH, AGC

Almanjarra, manjarra s. Pau de nora, que o animal puxa para movimentá-la; prensa empregada na manipulação do tabaco. ABH, AGC

Almangra s. Casacão de lã para proteger o corpo da chuva. JPM

Almixar s. Secadouro, lugar onde se secam figos, roupas etc. JPM

Almargem s. Prado natural, pastagem. ABH, AGC

Almarraxa s. Regador, hissope, aspersório. JPM

Almécega s. Resina de arceira ou de lentisco. ABH, AGC

Almedina s. A cidade. JPM

Almegue s. Lugar onde se atravessa um rio; vão, porto. JPM

Alméia1 s. Dançarina egípcia. Através do francês almée. ABH, AGC

Alméia2 s. Bálsamo natural, produzido no Oriente. ABH, AGC

Almeirão s. Espécie de chicória. AGC,, CMV

Almeizar s. Véu, veste, manto. JPM

Almenara s. Fecho ou farol que outrora se acendia nas torres ou castelos para dar sinal ao longe. ABH, AGC

Almexia s. Nome de veste. JPM, CMV, SSN

Almicântara, almicantarado, almocântara, almocantarado s. Círculo menor da esfera celeste, parelelo ao horizonte. ABH, SSN

Almirante s. Oficial da armada; o posto mais elevado na marinha de guerra. AGC, CMV, SSN

Almíscar s. Substância aromática, segregada no baixo-ventre do macho do almiscareiro. ABH, AGC, CMV

Almóada s. Unitário; que proclama a unidade divina. JPM

Almocábar, almocávar s. Túmulo, sepulcro. ABH, JPM, AGC

Almocadém s. Antigo comandante de infantaria, na milícia árabe (e portuguesa). ABH, AGC

Almocafre s. Sacho de ponta, usado na mineração. ABH, AGC

Almoçala, almocela s. Lugar onde se rezal; tapete para orar. JPM

Almoçavar s. Homem que conduz bestas de carga. Provavelmente de origem árabe. ABH, AGC, CMV

Almoeda s. Leilão. ABH, AGC

Almofaça, almoface s. Escova de ferro para limpar cavalgadura. ABH, AGC

Almofada s. Estofado para encosto ou ornato. ABH, AGC, CMV, SSN

Almofala s. Acampamento. AGC

Almofariz s. Recipiente em que se trituram substâncias sólidas. ABH, AGC, CMV

Almofate s. Furador usado pelos carreiros para abrir buracos na sola. ABH, AGC

Almofia s. Prato grande, de barro envernizado ou esmaltado, profundo e muito largo. JPM

Almofreixe s. Grande mala antiga de viagem. ABH, AGC

Almofrez s. Instrumento usaod por sapateiros. ABH, AGC

Almocávar, almogáver, almogavre, almograve s. Soldado que fazia incursões em terras inimigas; cavaleiro mouro. JPM, AGC

Almojávena s. Bolo ou torta de farinha e queijo. ABH, AGC

Almôndega s. Bolinho de carne picada, cozido em molho espesso. ABH, AGC, CMV, SSN

Almorávida s. e adj. Tribo guerreira de Marrocos que dominou o sul da Península Ibérica até meados do século XII. ABH, AGC

Almotacé s. Antigo inspetor encarregado da aplicação exata dos pesos e medidas e da taxação dos gêneros alimentícios. ABH, AGC

Almotolia s. Pequeno vaso folha, usaod principalmente para líquidos oleosos. ABH, AGC, CMV

Almoxarife s. Antigo administrador da fazenda real, funcionário encarregado da arrecadação, guarda e distribuição de mercadorias, seja em repartição pública, seja em empresas particulares. ABH, AGC, CMV

Almuadem s. Muçulmano que anuncia a hora das preces. ABH, AGC

Almucabala s. Comparação. JPM

Almucântara, almucantarado s. Cf. almicântara. JPM

Almude s. Antiga medida de capacidade. ABH, AGC

Almunaíbe s. Tenente, substituto, delegado, vigário. JPM

Alparavaz s. Franja, sanefa. AGC

Alparca, alparcata, alpargata, alpergata s. Tipo de calçado. JPM, AGC

Alqueire s. Medida de capacidade; medida de área. ABH, AGC, CMV

Alquermes s. Encarnado, vermelho. ABH, JPM

Alquibla s. O ponto do horizonte em frente ao observador. JPM

Alquice s. Tipo de veste mourisca. AGC

Alquiece, alquiez s. Medida de comprimento, braçada. JPM

Alquiel, alquier, alquiler s. Aluguel (em especial de cavalgadura). ABH, AGC

Alquifa, alquifol, alquifu s. Mistura de areia e galena, usada em cerâmica, preparação de vidrados e vernizes. ABH

Alquimia s. A química da Idade Média. AGC, CMV

Alquiná, alquinal s. Touca de mulher ou toucado. JPM

Alquitão s. Tenda. JPM

Alquimia s. Prato. JPM

Aluá s. Doce feito de leite, açúcar, amêndoas picadas e manteiga; bebida refrigerante preferida pela maioria dos orixás nos cultos afro-brasileiros. AGC

Alvaidade s. Pigmento branco de carbonato de chumbo ou óxido de zinco. ABH, AGC,

Alvané, alvanel, alvenel s. Pedreiro, o que constrói. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Alvanega s. Peça triangular que se coloca sob as mangas da camisa para alargar; capelo; espécie de carapuça; gorro de mulher, usado especialmente para a saída do banho. JPM

Alvará s. Autorização judicial para a prática de determinado ato. ABH, AGC

Alvaraz s. Lepra branca, manchas brancas. ABH, AGC

Alvarrã, alvarrão s. Cf. albarrã.

Alvazil, alvazir, aguazil, alguazil, guazil s. Antigo funcionário plenipotenciário; magistrado supremo; juiz eleito pelo povo ou por outros juízes. ABH, JPM, AGC

Alveitar s. Médico veterinário. ABH, AGC, CMV, SSN

Alveitaria s. Arte de alveitar. ABH, CMV

Alvenaria s. Relativo a alvanel. AGC

Alverca, alberca s. Lago, piscina, tina, banheira. ABH, JPM, SSN

Alvíssaras s. Prêmio que se dá a quem traz uma boa nova. AGC, CMV

Alvoroço s. Saída, aparição à luz do dia; ato de receber alguém com grande pompa. ABH, JPM

Alxaima s. Acampamento mourisco. AGC

Amálgama s. Liga de mercúrio com outro metal, mistura de elemento que, embora diversos, formam um todo. Através do latim dos alquimistas. Amalgama. AGC

Âmbar s. Cf. almambar.

Anaciado, anaçoado, anaciado s. Mouro ou cristão bilíngue que prestava serviço como mensageiro, correio, intérprete, espião, a quem melhor pagava, apóstata. CMV

Anabel, anadir s. Que olha, que contempla; inspetor, intendente, vigente, guarda de vinha, administrador. JPM, SSN

Anafa s. Planta da família das leguminosas, semelhante à cevada. ABH, AGC

Anafe s. Rumor nas pernas dos cavalos. JPM, CMV

Anáfaga s. O que se gasta; despesas, gastos, encargos. JPM

Anafaia s. A primeira seda que o sirgo fia antes de formar o casulo. ABH, AGC

Anáfega s. Espécie de macieira. ABH, AGC

Anafil s. Antiga trombeta mourisca. ABH, AGC, CMV, SSN

Andaime s. Armação de madeira ou de metal com estrado, sobre o qual trabalham os operários nas construções quando já não é possível trabalhar apoiados no chão, cadafalso. ABH, AGC, SSN

Andaluz s. e adj. Nome da Península Ibérica. JPM

Anexim s. Provérbio. ABH, AGC

Anil s. Corante azul, extraído de certas plantas da família das leguminosas. ABH, AGC

Anta s. Animal do gênero dos antílopes. ABH, JPM

Anúdava, anúduva s. Imposto, chamamento, convite, apelo. JPM, AGC

Arabi, aravi, carabi s. Título dado antigamente a magistrados judeus e mouros. ABH, JPM

Araque s. Aguardente, anis (bebida). JPM

Aravia s. A língua arábica. JPM

Argel s. e adj. Diz-se de cavalos cujos pés traseiros são brancos. ABH, AGC

Argola s. Anel metálico para prender ou puxar qualquer coisa. ABH, AGC

Armazém s. Depósito de mercadoria, de munições etc.; estabelecimento comercial de secos e molhados. ABH, AGC, CMV, SSN

Arrabalde, arraval, arravalde s. Subúrbio, arredores de uma povoação. JPM, AGC, CMV

Arrabil s. Tipo de rabeca mourisca. ABH, AGC, CMV

Arraia s. Rebanho que se faz apascentar; os governados; os súditos; paróquia; ovelha (sentido eclesiástico). ABH, JPM

Arraial s. Resina, colofana, colofônia, pez de louro, mirto. JPM

Arrais s. Patrão de barco. ABH, AGC, CMV

Arrátel s. Antiga medida de peso. ABH, AGC, SSN

Arre interj. Indica cólera ou enfado e é utilizada para incitar as bestas a andarem. ABH

Arrabique s. Cosmético róseo para pintar o rosto. ABH, AGC, CMV

Arrecada s. Brinco em forma de argola. Provavelmente de origem árabe. AGC,, CMV

Arrecife s. Cf. recife.

Arrécova s. Cf. recova.

Arrefém s. Cf. refém.

Arriaz s. Punhado de espadas. ABH, JPM

Arrife s. Flanco de montanha; litoral, colinas do litoral. ABH, JPM

Arroba s. Antiga medida de peso correspondente a, aproximadamente, 15 quilos. ABH, AGC, CMV

Arrobe s. Xarope ou compota de várias frutas. ABH, AGC, CMV, SSN

Arroz s. Planta da família das gramíneas, cujo fruto, do mesmo nome, é importante alimento. ABH, AGC, CMV, SSN

Arsenal s. Armazéns e dependências para fabrico e/ou guarda de munições e apetrechos de guerra. Através do italiano arsenal. ABH, AGC, SSN

Arzanete, arzanefe, arzenefe, azarnefe s. Arsênico. JPM

Assassino s. Aquele que tira a vida de alguém; que usa, bebe ou fuma haxixe. Através do italiano assassino. ABH, JPM

Atá, ataa prep. Cf. até.

Atabal s. Tímbale, tímpano. ABH, AGC, CMV

Atabaque, tabaque s. Tímbale, tímpano, tambor. ABH, AGC, CMV, SSN

Atafal s. Cinta larga, que prende dos lados da sela e serve de retranca. ABH, AGC, CMV

Atafona s. Moinho manual ou movido por cavalgaduras. ABH, AGC

Atalaia s. Sentinela, vigia. ABH, AGC, CMV, SSN

Atarraçar s. Preparar a ferradura e o cravo para acomodar o casco da cavalgadura; apertar muito, arrochar. ABH, AGC

Ataúde s. Caixão fúnebre, esquife. AGC, CMV

Até prep. Indica limite a que se chega no espaço, no tempo, na ação, na quantidade ou na intensidade. AGC, CMV

Auge s. Culminância, apogeu. ABH, AGC

Atum s. Peixe teleósteo, da família dos tunídeos. ABH, AGC

Aval s. Garantia pessoal que se dá de qualquer obrigado ou coobrigado em título cambial. Através do francês aval, que vem do italiano avallo, que vem do árabe haul’a. AGC

Avania s. Vexame ou humilhação que os turcos infligiam aos cristãos. Através do francês avante, derivado do italiano avanta, proveniente do grego medieval abania, vem do turco hou’an, originado no árabe hauu’an. AGC, CMV

Avaria s. Dano, estrago, deterioração. Através do italiano averia. ABH, AGC

Avelórios, abelórios s. Miçangas, vidrilhos. Através do castelhano abolorio. ABH, AGC,

Aximez s. Sol (?). JPM, CMV

Axorca s. Pulseira. ABH, JPM, CMV

Azáfama s. Muita pressa, urgência, agitação, atrapalhação. ABH, AGC, CMV

Azagaia s. Lança curta de arremesso. Através do berbere az-zagâva. ABH, AGC, CMV, SSN

Azabujo s. Espécie de oliveira brava, de madeira rija. AGC

Azaqui s. Dízimo de esmola; esmola legal; imposto sobre o gado; este dízimo é a contribuição que todo muçulmano deve pagar, pois vem preceituado no Alcorão. JPM

Azar s. Fatalidade, revés, desgraça. AGC

Azarcão, zarcão s. Avaiade. JPM

Azaroma s. Nespereira, nêspera, pibriteiro, mau caráter. JPM

Azebre, azevre s. Azinhavre. ABH, JPM, AGC

Azeche s. Sulfato de ferro, vitríolo. JPM

Azeite s. Óleo de azeitona. ABH, AGC, CMV

Azeitona s. Fruto da oliveira. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Azêmela, azêmola s. Besta de carga que forma récua com outras. ABH, AGC, CMV

Azenha s. Moinho de roda, movido a água. ABH, AGC, CMV, SSN

Azeviche s. Variedade compacta de linhito, usado na joalehria; coisa muito negra. ABH, AGC

Aziar s. Mordaça para bestas bravas. ABH, AGC

Azimute s. Distância angular, medida sobre o horizonte. ABH, AGC

Azinhaga s. Caminho estreito, fora da povoação, no campo, entre muitos; valados altos de hidrocarbonato de cobre que se forma os objetos de cobre. ABH, AGC

Azougue s. Mercúrio. ABH, JPM

Azul s. Da cor do céu sem nuvens com o sol alto. ABH, CMV

Azulejo s. Ladrilho vidrado, empregrado para revestir paredes e compor painéis decorativos. Do persa, através do castelhano azulejo. AGC, CMV

Azumbre s. Medida de capacidade para líquidos, na Espanha. ABH, JPM

Baar, bacar, bagar, bar, pacar s. Certo peso; pimenta, especiaria. JPM

Badana, albitana; alvitana s. Ovelha magra, velha e estéril. ABH, JPM, AGC

Bafari s. Marítimo, marinheiro, galeote. JPM

Baldaquim s. Cobertura leve por cima da porta externa, para protegê-la da chuva. ABH

Baldaquino s. Cf. baldaquim.

Balde s. Elemento da locução debalde e embalde; vão, inutilidade. AGC

Baldio s. Terreno não cultivado. Parece estar relacionado com balde. ABH, JPM

Bar s. Cf. Baar.

Baraço s. Corda, cordel. ABH, AGC

Barbacã s. Obra de fortificacão avançada. ABH, AGC

Barda s. Armadura de ferro para proteger o jeito do cavalo. Através do italiano. ABH, AGC

Barbacha s. Sodomia. JPM

Barregã, barregana s. Pano grosso, forte, de pelo de cabra ou de camelo; manto fabricado com esse pano. ABH, JPM

Batafaluga s. Grão doce. JPM

Bateca, batega s. Melão. JPM

Bedém s. Túnica mourisca, curta e sem mangas. ABH, AGC

Beduíno s. Árabe do deserto. Através do italiano beduíno, provavelmente. ABH, AGC

Benjoim s. Bálsamo aromático, amarelo, utilizado na fabricação de perfumes e em medicina. ABH, AGC, CMV

Berberes s. Mouros lavradores que vivem em aldeias. JPM

Berinjela s. Planta ornamental da família da solanáceas, cujo fruto tem largo emprego na alimentação; fruto dessa planta. Através do castelhano, provavelmente. ABH, AGC, CMV

Bolota s. Fruto que tem um pericarpo ceráceo, com a castanha, a noz etc. ABH, AGC

Borni s. Certo tipo de falcão. JPM

Borragem s. Planta da família das borragináceas. Através do francês, que derivaria do baixo latim, que vem do árabe. AGC

Borratém s. Poço da figueira; praça da figueira.

Borzeguim s. Botina cujo pano é fechado com cordões. ABH, CMV, SSN

Cabaia s. Roupa de homem com mangas. ABH, JPM

Cabide s. Móvel com pequenos braços, onde se penduram roupas, chapéus etc. ABH, JPM

Cabila s. Tribo de povos nômades. ABH, JPM

Caçabe s. Sede de província ou distrito, na Índia. JPM

Caçapo s. Carniceiro, magarefe, peça de artilharia. JPM

Caçareta, caçarete s. Espécie de rede de arrasto. ABH, SSN

Cacife s. Quantia correspondente, no jogo, à entrada de cada jogador. ABH

Cacifo s. Pequeno cofre, caixa; medida de secos. ABH, JPM, AGC

Caciz s. Religioso, sacerdote. JPM

Cádi s. Juiz, entre os muçulmanos. Através do francês. ABH, AGC

Cadimo adj. Destro, hábil; usual, habitual. ABH, AGC, SSN

Cadoz s. No jogo de péla, buraco onde a caída da bola acarreta a desclassificação do jogador; covil, toca. Através do castelhano codozo. ABH, AGC

Café s. Fruto do cafeeiro. Através do italiano cafè, derivado do turco cahvé, do árabe cahwh. ABH, AGC

Cáfila s. Grande quantidade de camelos. ABH, AGC

Cafiz s. Medida de capacidade para secos. AGC

Cafre s. e adj. Ingrato, infiel, incrédulo (isto é, não muçulmano). JPM

Cafua s. Antro, cova, caverna; esconderijo. ABH, JPM

Cala s. Porto, rua. JPM

Cansim s. Cinqüenta; nome de um vento que sopra cinqüenta dias. Através do francês. JPM

Califa s. Alijava. ABH, JPM

Cande, candi s. Açúcar-cande, suco de cana-de-açúcar espessado por meio de segunda coação. ABH, JPM

Candil s. Lanterna, lâmpada, lampião, lanterna suspensa. JPM

Cânfora s. Cf. alcanfor.

Canjar, alfange s. Tipo de sabre. JPM, AGC

Carava s. Aproximação. JPM

Caravana s. Grupo de viajantes, mercadores, peregrinos, que se reúnem para atravessar o deserto com segurança. ABH, JPM

Carmesi, carmesim s. e adj. Tinto, vermelho. ABH, JPM

Carraca s. Bruloque, navio incendiário, bomba. JPM

Cecém s. Lírio. ABH, JPM

Cequir adj. Pequeno. CMV

Ceiba s. Tempo de pastagem comuns nos baldios. Possivelmente árabe. JPM

Ceide s. Designação oriental dos nobres aparentados com Maomé. JPM

Ceifa s. Ato de abater (ceara madura); ação de cortar. JPM, AGC

Ceitil s. Moeda portuguesa antiga, que valia um sexto do real. Do árabe sedr’i, que quer dizer Ceuta (primitivamente Ceita); a moeda foi cunhada com o objetivo de comemorar a conquista de Ceuta pelos portugueses. ABH, JPM, AGC

Celá s. Oração. JPM

Celaquim s. Oitava parte; antiga medida, equivalente à 16a parte de um alqueire. ABH, JPM

Cenoura s. Planta da família das umbelíferas, de raiz aromática comestível, alongada e de cor avermelhada ou alvacenta. ABH, JPM

Cequim s. Antiga moeda de ouro. através do italiano zecchino. ABH, JPM

Cerame, cerome s. Capa antiga, manto com capucho. JPM

Ceroulas s. Peça do vestuário masculino. JPM, AGC

Cetim s. Tecido de seda, lustroso e macio. JPM, AGC

Cetraria s. Arte de caçar com açores e falcões. ABH, CMV

Chafariz s. Construção de alvenaria, com uma ou várias bicas, por onde jorra água. ABH, JPM, AGC

Chaputa s. Peixe grande, de cauda fina e cabeça pequena, rodevalho. JPM

Chifra s. Lado frio do ferro da lança; gume do sabre; cutelo, trinchete de sapateiro; padão, pódoa, podadeira. ABH, JPM

Chué s. e adj. Coisa; sem categoria, ordinário, reles, chinfrim. ABH, JPM

Chúmeas s. Peças de madeira com que se consertam os mastros estalados. ABH, JPM

Cibirala s. Coisa piedosa feita por amr de Deus. JPM

Cifa s. Areia que os ourives apregam para moldar; areia fina da base de um montículo. ABH, JPM, AGC

Cifra s. Zero, montante das operações comerciais; explicações duma escrita enigmática ou secreta. Através do latim medieval cifra. ABH, JPM, AGC

Ciranda s. Peneira grossa com que se joeiram grão de areia etc.; dança infantil de origem portuguesa. ABH, JPM

Cobrá s. Feixe de cereais. JPM

Cofo s. Escudo, broquel, adarga. JPM

Colcotar s. Caparrosa, vintríolo azul, sulfato de cobre, vitríolo verde, sulfato de ferro. JPM

Coldre s. Cada um dos dois estojos de couro pendentes do arção de sela, e em que de ordinário se metem pistolas ou outras armas. ABH, CMV

Coraixita, coreixita s. e adj. Relativo à tribo quraix, à qual pertencia Maomé. JPM

Corão, alcorão. s. Livro sagrado dos muçulmanos. ABH, JPM, AGC,, SSN

Cordovil s. e adj. Natural de Córdova. JPM

Cotamaluco s. Título com que eram conhecidos os reis maometanos da dinastia de Golconda. JPM

Cotão s. De algodão. JPM

Cubeba s. Certo tipo de pimenta. JPM

Cuscuz s. Alimento preparado com sêmola; iguaria feita de farinha de milho (em geral graúda), ou de farinha de arroz etc., cozida no vapor. ABH, JPM

Delu s. Balde de couro. JPM

Deniva, diniva s. Alfândega. JPM

Elixir s. Bebida medicamentosa, balsâmica ou confortadora. Através do francês élixir. ABH, JPM, AGC

Emir s. Duque ou comandante do mar. ABH, CMV

Enaciado s. Cf. anaciado.

Enxaca s. Fenda, rasgão. JPM

Enxadrez s. Cf. xadrez.

Enxaimel s. Cada uma das estacas ou grossos caibros que, juntamente com as varas, constituem o engradado das pearedes de taipa, destinado a receber e manter o barro amassado. ABH

Enxambeque s. Cf. xaveco.

Enxaqueca s. Dor de cabeça unilateral, com perturbações visuais e digestivas. ABH, JPM, AGC, CMV

Enxara s. Matagal, charneca. ABH, AGC

Enxaravia s. Banda, fita, atilho para a cabeça. ABH, JPM, CMV

Enxarope s. Cf. xarope.

Enxarrafa s. Cordão de seda, corda; roupa, borla de seda. JPM

Enxávena s. Rede de pesca. JPM

Enxeco s. Luta, dificuldade, doença. JPM, AGC, CMV

Enxedres s. Cf. xadrez.

Enxerca, encerca s. Antiga operação qe consistia em retalhar as carnes das rezes e pô-las a secar ao sol ou ao dumeiro. ABH, JPM, AGC

Enxova, enxovia s. Cárcere térreo ou subterrâneo, escuro, união e sujo; nome étnico das tribos que estacionam entre a Marbea e o Bu Regrate. Do etnônimo Enxovia. ABH, JPM, AGC

Enxoval s. Conjunto de roupas e de certos complementos, em geral úteis, de quem se casa, de recém-nascido, de jovem que se interna em colégios etc. ABH, JPM, AGC, CMV

Escabeche s. Comida feita com carne e vinagre; molho ou conserva de temperos refogados; disfarce; confusão. ABH, JPM, AGC, CMV

Fágara s. Certa árvore. JPM

Faloa s. Pedaço, bocado. ABH, JPM

Falifa s. Manto de lã, pele de cordeiro, veste de pele. JPM

Falha, falufa s. Tipo de embarcação antiga. ABH, JPM, AGC

Falua, falufa s. Tipo de embarcação antiga. ABH, JPM, AGC

Faluz s. Óbolo, bagatela. JPM

Fânega, fanga s. Medida de capacidade para secos; estojo, caixinha. ABH, JPM, AGC

Faqui s. Cf. alfaqui.

Faquir s. Pobre, miserável, mendigo. ABH, JPM

Faraçala, faraçola s. Medida de peso muito usada antigamente no comércio dos mares da Índia. JPM

Faraz s. Criado de quarto, tapeteiro. JPM

Fardo s. Pacote, embrulho, volume. Através do italiano fardo. AGC

Fateixa s. Arpão, âncora, utensílio metálico em que se penduram carnes. ABH, JPM, AGC

Fatia s. Pedaço delgado (de carga, queijo, pão etc.); talhada. ABH, JPM

Fazangal s. Tecido forte de Fasã, na Pérsia. JPM

Felá s. Lavrador, agricultor, camponês. ABH, JPM

Fez s. Barrete de mouro. ABH, JPM

Fidalgo s. Aletria, massa em fios. Através do castelhano fideos. AGC

Filete s. Relativo do topônimo Tafilete, no Marrocos oriental, com importante indústria de fiação. JPM

Foão adj. Liberto, alforriado. ABH, JPM, AGC

Fota s. Turbante mourisco; avental. ABH, JPM, AGC

Fulano, foão s. e pron. Designação de alguém cujo nome não se deseja mencionar; alguém, um certo, uma determinada pessoa. ABH, JPM, CMV

Fusta s. Veste. JPM

Gabão s. Capote com mangas, capuz e cabeção. Através do italiano gabbano. JPM, AGC

Gabela s. Imposto que antigamente incidia sobre o sal. Através do francês gabelle, que deriva do italiano gabèlia, que deriva do árabe. JPM, AGC

Galinal s. Planta da família das zingeberáceas. ABH, JPM

Ganhão s. Pastor. JPM

Garabi s. Cf. arabi.

Garama s. Cf. agarrama .

Garfo s. Utensílio de três ou quatro dentes que faz parte do talher. ABH, JPM

Garrafa s. Vaso, comumente de vidro, com gargalo estreito, e destinado a conter líquido; vaso cilíndrico de barro, geralmente vidrado; munido de uma ou duas asas. ABH, JPM

Garrama, garama s. Contribuição. JPM

Garroba s. Variante de alfarroba. JPM

Gazela s. Designação geral dos ruminantes cavicórneos. ABH, JPM, AGC

Gaziva s. Operação militar (?).

Gázula s. Guerra santa dos mouros contra os portugueses. ABH, JPM, AGC

Gelba, gelva s. Certa pequena embarcação; rebanho de carneiros. JPM

Gengibre, gengivre s. Especiarias; erva da família das zingiberáceas. ABH, JPM

Gergelim s. Planta da família das pedaliáceas; semente dessa planta; certas iguarias feitas com essa semente. ABH, JPM, AGC

Gibão s. Vestidura antiga; que cobria os homens desde o pescoço até a cintura; casaco de couro usado no noredeste brasileiro pelos vaqueiros. Do italiano giubbone, de giuba, derivado do árabe gubba. AGC

Gibraltar s. Topônimo que significa ‘Monte Tárique’, em homenagem ao general muçulmano que o atravessou, em 711, quando iniciou a invasão e dominação árabe. CMV

Gineta, ginete s. Soldado a cavalo que lutava com espada e lança; cavalo de boa raça; relativo à tribo dos Zenetas. Do árabe vulgar zenêti (clássico zanati), indivíduo dos zenetas, tribo berbere, famosa por sua cavalaria ligeira, que participou da defesa do reino de Granada. ABH, JPM, AGC

Girafa s. Grande mamífero ruminante, notável sobretudo pelo comprimento do pescoço. ABH, AGC

Giz s. Greda; lápis ou bastonete feito de carbonato ou sulfato de cálcio. ABH, JPM

Gomia s. Variante de agomia. JPM

Granadi, granadil s. e adj. Granadino, natural de Granada (Espanha). ABH, JPM

Guad, Radial que entra como elemento de composição, com o significado de ‘rio’ ou ‘água’. CMV

Guadameci, guadamecil, guadamecim s. Relativo a Cadamês, oásis da Líbia tripolitana. Através do espanhol guadameci. JPM

Guitarra s. Designação de diversos instrumentos de cordas dedilháveis, feitos de madeira, dotados de braços longos e de uma caixa de ressonância de fundo chato. ABH, JPM

Garapa s. Galé, bergantim, barco à vela e o remo armado para o corso. Através do castelhano. JPM

Haique s. Vestuário de lã ou de seda que envolve todo o corpo e que os árabes usam sob o albornoz; coberta de leito. JPM

Haji, hajdi s. Peregrino a Meca. JPM

Hameza s. Sinal gráfico que indica a vogal que acompanha uma consoante; por via culta. JPM

Haquim , haquino s. Mestre, médico, professor. JPM

Harém s. Parte do palácio do sultão muçulmano onde estão encerradas odaliscas; serralho. Através do francês haren. ABH, JPM, AGC

Harmala s. Planta medicinal, o peganum harmala. Provavelmente pelo francês. ABH, JPM

Haxixe s. Folhas secas do cânhamo índico que se usam para fumar ou para mascar; substância estupefaciente ou narcótica feita com o haxixe. aTravés do francês hachsch. ABH, JPM, AGC

Hégira s. Emigração, fuga; era maometana que tem como ponto de partida a fuga de Maomé para Medina. ABH, JPM

Hena s. Variante de alfena. JPM

Hodamo s. Servidor, servo, criado, ministro. JPM

Horrá s. Alforra, alfonsia. JPM

Houri s. Gruta ou templo monolítico. JPM

Huri s. Mulher celeste, que tem o branco e o negro dos olhos muito acentuados; cada uma das belíssimas virgens que, segundo o Alcorão, hão de desposar os crentes no paraíso muçulmano; mulher de beleza extraordinária. Através do francês houti, derivado do persa h’uri, derivado do árabe hur. ABH, JPM, AGC

Imã, imame, imamo s. Ministro da religião muçulmana, título de certos soberanos muçulmanos. ABH, JPM, AGC

Irade s. Ordem soberano nos países islâmicos. Através do italiano irade. JPM, AGC

Islã, islame, islão s. Religião dos muçulmanos; o mundo muçulmano. Através do francês islam. ABH, JPM, AGC

Jaez s. Aparelho e adorno para bestas; espécie, qualidade, índole. ABH, JPM, AGC

Jarra s. Vaso para água ou flores. ABH, JPM, AGC

Jasmim s. Planta da família das oleáceas. Através do francês do jasmim. JPM, AGC

Javali s. Porco-montês. ABH, JPM, AGC

Jazerina adj. De Argel. JPM

Jelala s. Grandeza, magnitude. Através do guzarati jalala. JPM

Laca, lacre s. e adj. Substâncias resinosas, de procedência indiana, com várias aplicações. ABH, AGC

Lacrau, lacraia, alacrau s. Escorpião. ABH, JPM, AGC

Lagibabo, lágima s. Direito de verba. JPM

Label s. Panos listrados com que se cobriam os bancos; espécie de tapetes compridos de lã, cuja decoração consiste em riscos de diferentes cores com orlas quadriculadas. JPM, AGC

Laquear s. Cobrir com laca. AGC

Laranja s. Fruto de laranjeira, planta da família das rutáceas. Através do persa. JPM, AGC, CMV

Latão s. Venda pública de objetos a quem oferecer maior lanço; almoeda, hasta pública. ABH, JPM

Leilão s. Venda pública de objetos a quem oferece maior lanço; almoeda; hasta pública. ABH, JPM, AGC

Leiloeiro s. O que apregoa leilão. CMV

Lezira, leziria s. Terra plana alagadiça nas margens de um rio; ilha. ABH, JPM, AGC, CMV

Lilá, lilás s. Arbusto da família das oleáceas, cujas flores dispostas em cachos, têm coloração branca e arroxeada. ABH, JPM

Lima s. Fruto da limeira, planta da família das rutáceas. Através do persa. ABH, JPM, AGC, SSN

Limão s. Fruto da limoeiro, planta da família das rutáceas, introduzida pelos árabes na região mediterrânea no século X. Do persa, através dos latim medieval limon, -nis. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Lobão s. Resina usada como incenso. JPM

Locafa s. Camela, fêmea leiteira. JPM

Lorandro s. Nome de uma planta. CMV

Lufa s. Planta. JPM

Maamartaba s. Grande dignidade. Vocábulo híbrido do sânscrito mah’a e do árabe martaba. JPM

Macana s. Hermafrodita. JPM

Maçari s. e adj. Egípcio. JPM

Madraçal s. Colégio, escola superior. JPM

Mafamede s. Antropônimo equivalente a Maomé; mouro; certo móvel antigo. JPM

Magarefe s. Aquele que mata a esfola reses no matadouro; carniceiro, carneador, açougueiro. ABH, JPM

Majum s. Qualquer electuário de bangue com vários ingredientes, como areca verder, noz moscado, cânfora, âmbar, almíscar. JPM

Maldar s. Segundo elemento de epíteto de alguns reis muçulmanos na Índia. JPM

Mameluco s. Escravo, pajem, criado. JPM

Mandil s. Pano grosso para rodilha e esfregão. Através do castelhano mandil. JPM, AGC

Manxorim s. Direitos aduaneiros, taxa. JPM

Maona s. Vasilha, vasilho. JPM

Maquia s. Antiga medida de cereais, correspondente a 4,5 litros; porção de grão ou de azeitona, de farinha ou de azeite, que moleiros ou lagareiro tiram, em paga do seu trabalho. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Mar s. Prelado entre os cristãos maronitas. Através do siríaco. ABH, JPM

Marabuto s. Guarda de fronteira, eremita, religioso. ABH, JPM

Maravedi, maravedil s. Antiga moeda gótica que teve curso em Portugal. JPM, AGC, CMV

Marfim s. Substância branca e compacta que constitui a maior parte dos dentes dos mamíferos, persa ou defesas do elefante. ABH, JPM, AGC, CMV

Marfus s. Deixado, abandonado, adjurado. Através do castelhano marfuz. JPM

Marlota s. Espécie de capote curto, com capuz, usado entre os mouros. ABH, AGC, SSN

Maroma s. Corda grossa; corda em que se equilibram funâmbulos ou arlequins. Através do castelhano maroma. ABH, AGC

Maromba s. Vara com que os funâmbulos ou arlequins mantêm o equilíbrio na maroma; situação que com dificuldade se sustenta. ABH, AGC

Marrão s. Porco pequeno, porco desmamado. ABH, JPM, AGC

Marroqui, marroquil, marroquino s. e adj. Natural do Marrocos. ABH, JPM

Mascate s. Mercador ambulante, que percorre as cidades, povoados, estradas e lugares do interior a vender fazendas, miudezas, jóias e outros objetos. ABH, AGC

Masmorra, matamorra s. Prisão, calabouço. ABH, JPM

Mastedim, mastidim s. Suplicante. JPM

Matamorra s. Cf. masmorra.

Mate s. Variante reduzida de xequemate.

Matraca s. Instrumento de madeira formado por tabuinhas movediças que se agitam para fazer barulho. ABH, JPM, AGC

Matula s. Mecha, torcida. JPM

Maxilar s. Cinta; faixa, na Índia. JPM

Mazorro adj. Escasso. ABH, JPM

Mazur s. Aprovado. JPM

Meceri adj. Egípcio. JPM

Mesquinho adj. Privado do necessário; insignificante, pobre, infeliz, estéril, não generoso. JPM, AGC

Mesquita s. Templo dos maometanos. ABH, AGC

Metical s. Peso para matérias preciosas, equivalente a 24 quilates ou 98 grãos ou 4,679 gramas, moeda de ouro, dinar. JPM

Mexelin adj. Legal, ordenado pela lei. JPM

Mexerufada s. Jarra cheia de líquido; porção de qualquer coisa, líquida ou sólida. JPM

Mexeta s. Mesquita. JPM

Mimbar s. Cadeira de predicador na mesquita. JPM

Minar s. Almenara. JPM

Minarete s. Pequena torre de três ou quatro andares e balcões salientes junto a uma mesquita. Através do francês minaret, ou do turco min’are, do árabe man’are, do árabe man’ara. ABH, JPM, CMV

Mirabe s. Nicho disposto na direção de Meca, nas mesquitas. JPM

Mirabolim, miramolim s. O príncipe dos crentes; califa ou chefe dos crentes entre os muçulmanos. ABH, JPM, AGC

Mirás s. Herança. JPM

Mocadão s. Chefe, capitão, superior duma confraria; oficial superior. JPM

Moçafo s. Livro, volume, o livro santo, o Alcorão. JPM

Moçárabe s. e adj. Diz-se de, ou cristão que se arabizou, durante a ocupação muçulmana da península Ibérica. Através do castelhano mozarabe. ABH, AGC

Macarraria s. O que está estabelecido, taxa fixa. JPM

Mogatace, mogataz s. Batizado. Certamente através do castelhano mogalaz. JPM

Molá s. e adj. Dono, possuidor, proprietário; senhor, escravo liberto; parente próximo. JPM

Molana, moulana s. Surpresa califa da seita dos mouros. JPM

Monção s. Festa religiosa muçulmana; a estação de peregrinação a Meca; freiras solenes; tempo de ceifa, da colheita dos bichos da seda; doença que só ataca uma vez. ABH, JPM

Morábito, morábete, morabitino s. Guarda de froteira; eremita religioso, marabuto. ABH, JPM

Mortaba s. Categoria, dignidade; selo ordinário ou pequeno. JPM

Moulana s. Cf. molana.

Moxama s. Peixe seco e salgado para se conservar por muito tempo; seco. ABH, JPM

Mozmodi s. Relativo a Moçmuda, a tribo berbere a que pertenciam os Almóadas. JPM

Muaxa s. O que tem cinto bordado. JPM

Mucadamo s. O que aluga, o que dá em aluguel; jornaleiro. JPM

Muçulmi, mululumi, muçuruí, muçurumi, muçurumim, muslemo, muslim, muslime adj. Muçulmano. ABH, JPM

Mudéjar s. Aquele a quem se permitiu que fique; designação arábica dos mouros que ficaram habitando a Península Ibérica depois da reconquista dos cristãos. Atavés dos castelhano mudéjar. ABH, JPM, AGC, SSN

Muezim s. Pregoeiro do alto da torre da mesquita chama os fiéis à oração. ABH, JPM

Mufti s. O que dá consultas jurídicas e interpreta a lei alcorânica. ABH, JPM

Muladi s. e adj. Adotado, escravo nascido em casa; o que nasceu de pai árabe e mãe não árabe, sobretudo negra. JPM

Mímia s. Corpo embalsamado por processo semelhante ao dos antigos egípcios. ABH, JPM

Musleno, muslim, muslime s. Cf. muçulmi.

Muxarabié, muxarabi s. Balcão mourisco protegido, em toda a altura da janela, por uma grade de madeira, donde se pode ver sem ser visto. ABH, AGC

Nababo s. Deputado, título honorífico do vice-rei ou governador-geral do Grão-Mogol. Através do hindustâni. ABH, JPM

Nabi s. Profeta. JPM

Nácar. s. Substância branca, brilhante, com reflexos irisados existentes no interior das conchas. Através do castelhano nácar, que vem do italiano nácharo, do árabe naqq’ara. ABH, JPM, AGC, CMV

Nacibo s. Parte que caiu em sorte a alguém, cota-parte, sorte, fortuna, ardil. JPM

Nadir s. O ponto diametralmente oposto ao zênite. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Nafafe s. Cf. nafta.

Nafar s. Homem, indivíduo, pessoa.

Nafé s. Planta medicinal da família das malváceas, originária da Arábia. ABH, JPM, AGC

Nafta, nafafe s. Fração de destilação do petróleo constituída por hidrocarbonetos de baixo ponto de ebulição. ABH, JPM

Nagará s. Nácar; tambor, castanhola. Através do marata nag’ar’a. JPM

Naipe s. Cada um dos quatro símbolos com que se distinguem os quatro grupos das cartas de jogar; ouros, copas, paus e espadas. ABH, CMV

Narguilé, narguilhé s. Cachimbo largamente usado pelos turcos, hindus e persas, composto de um fornilho, um tubo, e vaso cheio de água perfumada que o fumo atravessa antes de chegar à boca. ABH, CMV

Natrão, natro, natrum s. Carbonato hidratado de sódio natural. ABH, JPM

Nebri s. Falcão adestrado para a caça. ABH, CMV

Nenúfar s. Designação comum a diversas plantas da família das ninfáceas; ninfa; bandeja d’água. Através do francês nénefar, este do latim medieval nenufar, este do árabe n’in’ufar, n’il’ufar. ABH, JPM

Nesga s. Pedaço ou peça de pano triangular que se adiciona, cosendo, entre dois panos de uma costura, para dar mais amplidão. Através do castelhano nesga. ABH, JPM

Nora s. Aparelho hidráulico para tirar água do poço, da cisterna. ABH, JPM, CMV

Nuca s. Parte posterior do pescoço. Através do baixo latim nucha. ABH, AGC

Od-, guad- Elemento de composição que significa ‘rio’. CMV

Odiá s. Presente, brinde. JPM

Oleandro s. Nome de planta. CMV

Olede s. Tribo, filho. JPM

Oxalá interj. Queira Deus, tomara, se Deus Quiser. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Pacar s. Cf. baar.

Paparraz s. Erva ramosa, da família das renunculáceas, exótica, porém cultivada como ornamental. ABH, CMV

Quebir adj. Grande. CMV

Quibe s. Iguaria da culinária, geralmente feita de carne moída e trigo integral, e temperada com hortelã-pimenta e outros condimentos. Através do inglês kibbe. ABH, AGC

Quilate s. Peso de uso comum, que, por sua vez, provém do grego kirático. ABH, JPM

Quintal s. Antigo peso de quatro arrobas. Através do latim medieval quintale. ABH, JPM, AGC

Rabadão s. Dono de carneiros; indivíduo que guarda gado miúdo; maioral dos pastores; pastor subordinado ao maioral, mas de quem depende o zagal. ABH, JPM

Rabeca, rebeca s. Designação antiquada do violino; utensílio de ferreiro, que serve para fazer girar a broca. Através do francês rebec. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Ráfide s. Agulha, punção; peixe-agulha. JPM

Rafidi s. Desertor, membro da seita dos xiitas. JPM

Ramadão s. Nono mês do calendário islâmico, consagrado ao jejum. ABH, JPM

Rambla, râmbola, râmola s. Areal, solo coberto de areia. JPM

Rás s. Arrais; chefe etíope. ABH, JPM

Rabate s. Prisão, ligação; cativeiro; convento fortificado para guardar a fronteira. JPM

Rebeca s. Cf. rabeca.

Recamar v. Bordar. ABH, CMV

Recife, arrecife s. Calçada, caminho pavimentado; linha de escolhos; parede de apoio; dique; cais. ABH, JPM

Recova, récova, arrécova s. Caravana, grupo, bando; transporte de víveres para o exército. ABH, AGC

Refece adj. Barato, fácil. ABH, JPM, CMV

Refém, arrefém s. Pessoa importante que o inimigo mantém em seu poder para garantir uma promessa, um tratado etc. ABH, JPM, AGC, CMV

Requife s. Ornato ou guarnição estreita. ABH

Rês s. Cabeça; cabeça de gado; cume, cabo, começo. ABH, JPM

Resma s. Pacote, volume de mercadorias; conjunto de 500 folhas de papel. ABH, JPM

Retama s. Giesta. ABH, JPM

Ribes s. Variedade de ruibarbo; groselha. JPM

Ribesiácea s. Ribes. Através do latim medieval culto ribes. JPM

Ribete s. Laço, atadura. ABH, JPM

Rigel s. Nome tradicional da estrela beta de Órion. ABH, JPM

Roito s. Povo, camponês, lavrador. Através do concând-maata rayt. JPM

Roque1 s. A torre do jogo de xadrez. ABH

Roque2 s. Ave; nome de ave fabulosa mencionada nas Mil e uma noites e no Livro de Marco Polo. JPM

Rosalgar s. Pós de cavernas; nome vulgar do realgar. ABH, JPM

Rua interj. Despedida ríspida e violenta; suma-se; fora. ABH, CMV

Rume s. Traço. JPM

Sacre s. Ave de rapina com vista muito aguda. JPM

Sáfari s. Expedição de caça, especialmente na selva africana; caravana. Através do ingles safari, derivado do suaili, safari, derivado do árabe safara. ABH, AGC

Safaria s. Diz-se de uma variedade de romã, de bagos grandes e quadrados. Do antropônimo Sáfar; que teria sido o introdutor dessa variedade de romã na Península Ibérica. ABH, JPM, AGC

Sáfaro adj. Inculto, agreste, rude, estéril. Provavelmente do árabe. ABH, AGC, CMV

Safena, safeno s. A veia safena; referente aos elementos anatômicos existentes na perna. Através do latim científico (vena) saphena. ABH, JPM, AGC

Sáfio adj. Grosseiro, rude, sáfaro. Através do castelhano zafio. ABH, AGC, CMV

Safira s. Pedra preciosa, variedade transparente do coríndon, cuja cor varia do azul-celeste ao azul-escuro; a cor azul. Provavelmente do árabe safir. AGC

Safrão s. Cf. açafrão.

Saga, zaga s. Retaguarda. JPM

Saguão s. Pátio estreito, acanhado e descoberto, no interior dum edifício. ABH, JPM, AGC

Sáibo s. Senhor, companheiro. JPM

Salá s. Oração, bênção. JPM

Salama, salema s. Saudação muçulmana; paz, salvação. ABH, JPM, AGC

Salamaleque s. Saudação, entre os turcos; cortesia, mesura ou cumprimento em que há exagero, afetação. ABH, JPM, AGC

Saloio s. e adj. Indivíduo rústico, grosseiro; camponês das cercanias de Lisboa; aldeão. JPM, AGC

Sambuco s. Pequeno barco oriental que se usava antigamente na Índia. JPM, AGC

Sanefa s. Faixa de pano, larga, que se atravessava, como ornamento, na parte superior dos cortinados, nas vergas das janelas etc. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Saramago s. Erva da família das crucíferas, cuja raiz axial é nabiforme. ABH, JPM, AGC

Sarambebe s. Música e dança buliçosa de negros. Através do castelhano zarambebe. JPM

Sarraceno s. Indivíduo dos sarracenos, povo nômade pré-islâmico, habitante entre a Síria e a Arábia. Através do latim tardio sarc’enus, derivado do grego bizantino sarak’enós, derivado, provavelmente do árabe saro’iy’in. ABH, JPM, AGC

Saudita s. e adj. Pertencente ou relativo à Arábia Saudita. Do antropônimo Ibn Saud. ABH, AGC

Sene s. Planta do levante, cujas folhas são purgativas. Através do latim farmacêutico sene. ABH, JPM

Seno s. Abertura da veste, algibeira. Através do latim medieval sinus. JPM, SSN

Sica s. Cunho, selo oriental. JPM

Simum s. Vento abrasador que sopra do centro da África para o Norte. Através do francês simoum. ABH, JPM, AGC

Siroco, xaroco s. Vento quente do suete sobre o Mediterrâneo. Através do francês sirocco, do italiano scirocco, do árabe sariq. ABH, JPM, AGC, CMV

Sirope s. Cf. xarope.

Soda s. Álcali. Através do italiano soda. ABH, JPM.

Sofá s. Móvel, estofado ou não, ordinariamente com braços e encosto, onde pode sentar-se duas pessoas ou mais. Através do francês sofa. ABH, JPM, AGC, CMV

Solimão s. Sublimado corrosivo; qualquer poção venenosa. ABH, AGC

Sorvete s. Designação comum a várias iguarias doces, feitas de sucos de frutas ou leite (com ovos, chocolate etc.) e congelados até adquirirem consistência semelhante à da neve. ABH, CMV

Sucata s. Ferro inutilizado e que, uma vez refundido, é novamente lançado ao comércio; qualquer obra metálica inutilizada; depósito de ferro velho. ABH, JPM, AGC

Sufi s. Místico muçulmano. ABH, JPM

Sultão s. Antigo título do Imperador da Turquia; título dado a alguns príncipes maometanos e tártaros. ABH, AGC

Suna . A ortodoxia muçulmana. ABH, AGC

Sura s. Capítulo do Alcorão. JPM

Tabaque s. f. atabaque.

Tabefe s. Espécie de gemada preparada com leite, ovos e açúcar fervidos; tapa, soco, sopapo. ABH, AGC

Tabi s. Tecido fabricado num bairro de Bagdá que tem esse nome. ABH, JPM

Tabica s. Sarrafo preso no topo das balizas, de proa e popa, rematando borda de embarcação miúda aberta; vegetal de hastes delgadas e flexíveis. ABH, JPM, AGC

Tabique s. Tapume. ABH, JPM, CMV, SSN

Taça s. Vaso largo, de pouca profundidade, geralmente provido de pé, para beber; troféu com o feitio desse vaso. ABH, JPM, AGC, CMV

Tache s. Coroa. JPM

Tádega s. Cf. tágueda. JPM

Tafecira s. Estofo de Meca. JPM

Taforeia s. Prato, escudela. JPM

Tafueira s. Tipo de embarcação. SSN

Taful, tafur s. Jogador profissional. ABH, CMV

Tafularia, tafuraria s. Casa em que jogavam os tafuis ou tafures. CMV

Tágueda, tádega, táveda s. Planta conhecida cientificamente por inufa conyza. JPM

Taifa s. Parte, porção; grupo, partido, bando; povo, povoação, nação. ABH, JPM

Taifeiro s. Soldado ou qualquer homem que guarnece, durante o combate, a tolda e o castelo da prova, em um navio de guerra; criado de bordo. ABH

Talco s. Mineral ortorrômbico ou monoclínico, constituído de silicato ácido de magnésio; produto feito desse mineral pulverizado, e que se usa sobre a pele. ABH, JPM, AGC

Taleiga s. Saco pequeno e largo; cesto. ABH, AGC, CMV

Talim s. Correia a tiracolo, à qual se prende a espada ou outra arma; boldrié, talabarte, tiracolo; ato de pronunciar a fórmula ta tl’aha tll’a ll’ah, que quer dizer ‘só Alá é Deus’. ABH, JPM, AGC

Talismã s. Encanto. Através do francês talisman. JPM

Tâmara s. Fruto do tamarindeiro; são frutos édulos, legumes indeiscentes, em cujo interior há uma polpa ácida e comestível, apreciada para refresco. ABH, JPM, AGC

Tambor1 s. Instrumento de percussão; peça de madeira que arremata o mastro na coberta de cima. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Tambor2 s. Planta conhecida também como bétele; planta sementosa e aromática, da família das piperáceas, originária da Índia, cujas folhas são utilizadas para mascar, e cuja noz, por produzir cor vermelha, é empregada em tinturaria. ABH, JPM, AGC

Tara s. Abatimento no peso de mercadorias; defeito físico ou moral. ABH, AGC, CMV

Taraxaco, taraxoco s. Dente-de-leão; planta acaule, lactescente, da família das compostas. Através do latim medieval taraxacum. ABH, AGC

Tarbuche s. Fez; barrete usado pelos turcos. JPM

Tareco s. Indivíduo irrequieto, buliçoso, utensílio de pouco valor, cacareco. ABH, JPM, AGC, CMV

Tarefa s. Trabalho que se deve concluir em determinado prazo e que, algumas vezes, é imposto por castigo. ABH, JPM, AGC, CMV

Tareia s. Tarefa; sova, funda, pancada. ABH, JPM

Tarifa s. Pauta de direitos alfandegários; custo afixado para o transporte de um passageiro ou de uma unidade de carga, para determinada distância. Através do castelhano ta’rifa. ABH, JPM, AGC, CMV

Tatima, tarimba s. Estrado atapetado debaixo de um dossel; dossel, estado, cama de madeira. ABH, JPM, AGC

Tarrafa s. Tipo de rede de pescar. ABH, JPM, AGC

Tauxia s. Derivado de tauxiar; obra de embutidos de ouro, prata etc. em aço ou em ferro; damasquinagem, damasquinaria. ABH, JPM

Tauxiar v. Bordar; ornamentar ou lavrar com tauxia. ABH, JPM

Táveda s. Cf. tágueda.

Teiga s. Saco, bolsa; surrão; taleiga. ABH, JPM

Temoço s. Cf. tremoço.

Terrada s. Aquele que expulsa, que empurra.

Tremoço, temoço s. Grão do tremoceiro, planta leguminosa papilonácea. ABH, AGC, CMV

Triaga, teriaga s. Medicamento de composição complicada, que os antigos empregavam contra a mordida de qualquer animal venenoso; remédio caseiro; qualquer coisa de sabor amargo. Através do castelhano atriaga e do latim theriaca. ABH, CMV

Tuaregue s. Indivíduo dos tuaregues, povo berbere, nômade, que se desloca entre o centro e o sul do deserto do Saara. ABH, JPM

Tufão s. Inundação, dilúvio, cataclismo; furacão que sopra entre julho e outubro no mar da China. ABH, JPM

Turcomano s. Denominação das populações turcas da Ásia Central. ABH, JPM

Turgimão s. Intérprete; drogomano. ABH, JPM

Umbrau s. É o mesmo que emir; chefe, príncipe, descendente de Maomé. O termo era aplicado aos dignitários da corte de grão-Mogol. JPM

Valadio adj. Vão, barato; vadio. Está relacionado com a palavra balde das locuções balde e embalde. JPM

Vali s. Senhor, dono, protetor, governador. JPM

Verruma s. Ferramenta cuja extremidade é lavrada em hélice e acaba em ponta, usada para abrir furos em madeira; tradinho; broca. ABH, JPM

Vilancico s. Gênero de canção do século XVI, cujo tema é amoroso ou encomiástico. ABH

Vizir s. Ministro de príncipe muçulmano. Através do turco vez’ir. ABH, JPM, AGC

Xá s. Título do soberano do Irã, antiga Pérsia. ABH, CMV

Xácara s. Narrativa popular em verso. ABH

Xadrez, enxadrez, enxedrez s. Jogo sobre um tabuleiro de 64 casas, alternativamente brancas e pretas; tecido cujas cores estão dispostas em quadrados alternados, semelhante ao tabuleiro de xadrez. ABH, JPM, AGC, CMV

Xaguão s. Variante de saguão. ABH

Xairel s. Cobertura de besta, feita de tecido ou de couro, sobre a qual se põe a sela ou a albarga. ABH, JPM, AGC

Xaque, xeque, xeique s. Rei, no jogo de xadrez; ataque ao rei do xadrez. ABH, JPM, AGC, CMV

Xáquema, xáquima s. Tecido grosso usado para cilhas; cabeçada do cabresto. ABH, AGC

Xaquemate, xaque-mate, xequemate, xeque-mate s. Xeque, em que o rei atacado não pode escapar e põe fim à partida de xadrez, com a derrota do jogador que o recebe. ABH, JPM, CMV

Xara s. Bosque, mata; esteva, planta da família das istáceas. ABH, JPM, AGC

Xareta s. Rede com que se cobria a tolda e o convés das naus e galões de guerra. ABH, JPM, AGC

Xaréu s. Variante de xariel. ABH

Xarifa s. Órgão sexual da mulher. JPM

Xarife s. Cf. xarife.

Xaroco, siroco s. Vento quente, do centro para o norte da África. ABH, AGC, CMV

Xarope, sirope, enxarope s. Medicamento líquido e pegajoso, proveniente da mistura de certas substâncias vegetais ou minerais, com a porção de açúcar necessária para saturá-los. ABH, JPM, AGC, CMV

Xarque s. Enxerca. Através do espanhol sul-americano, provavelmente. JPM

Xáuter s. Perito, hábil. JPM

Xaveco, enxabeque s. Tipo de navio mourisco. ABH, JPM, AGC

Xáveca s. Enxávena; rede de pesca. JPM

Xeique s. Cf. xeque e xeque1.

Xeque 1 s. Entre os árabes, chefe de tribo, ou soberano. ABH, JPM, AGC, CMV

Xeque2 s. Variante de xeque.

Xerife, xarife s. Título de muçulmanos que já fez três ou mais visitantes ao templo de Meca. ABH, JPM, AGC

Xiita adj. e s. Diz-se de, ou membro dos xiitas; muçulmanos partidários de Ali, primo e genro de Maomé. ABH, AGC

Zabra, zavra s. Embarcação, barco pequeno, barca. JPM, AGC

Zaga s. Posição dos dois jogadores de defesa, entre a linha média e o gol, no futebol; retaguarda; zaga. Através do espanhol platino zaga. ABH,, AGC

Zagal s. Pessoa animada e fort, mancebo; pastor, pegureiro. ABH

Zagaia s. Baioneta; azagaia. ABH, JPM

Zaino adj. Diz-se do cavalo castelhano-escuro, sem mescla; dissimulado, traiçoeiro. Provavelmente do árabe. ABH, AGC

Zalmedina s. Almedina; fiscal de costumes. JPM

Zamboa s. Espécie de cidra. ABH, AGC

Zambujo s. Variante de azambujo. ABH

Zarabatana, zaravatana, zervatana s. Tubo comprido pelo qual se impelem, com o sopro, setas e pequenos projéteis. ABH, JPM, AGC

Zaragatoa s. Designação comum a duas ervas humildes da família das plantagináceas. Através do castelhano zaragatona. ABH, JPM

Zarcão s. Óxido salino de chumbo, muito usado, especialmente a bordo das embarcações, para a primeira demão de pintura nas peças de ferro ou de aço. ABH, AGC

Zarco adj. Que tem olhos azul-claros; diz-se do cavalo que tem malha branca em torno de um ou dos dois olhos. ABH, JPM, AGC

Zavra s. Cf. zabra.

Zebra s. Designação comum de mamífero africano da família dos eqüídeos, caracterizados pela pelagem listrada de preto sobre fundo branco ou camurça, com cima curta em forma de escova. ABH, CMV

Zéjel s. Denominação de certo tipo de canção popular com a esfera celeste; auge, apogeu. ABH, JPM, AGC, CMV, SSN

Zero num. Cardinal dos conjuntos vazios; algarismo representativo do número zero (0). Através do francês zéro, derivado do italiano zéro, derivado do latim zephyro, derivado do árabe sifr. ABH, AGC

Zervatana s. Cf. zarabatana.

Zirbo s. Dobras do peritônio, mesentório. JPM

Zoina s. Prostituta. ABH

Zuavo s. Soldado de infantaria argelino, outrora a serviço da França. Através do francês souave. AGC

 

BIBLIOGRAFIA

CUNHA, Antônio Geraldo da; Assistentes: Cláudio Mello Sobrinho et alii. Dicionário Etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa. [Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982]. XXIX + 889 p.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda; Assistentes: Margarida dos Anjos et alii. Novo dicionário da língua portuguesa. 1a ed. (10a impressão). [Rio de Janeiro]: Nova Fronteira [s. d.] XIX + 1499 p.

MACHADO, José Pedro. Dicionário etimológico da língua portuguesa; com a mais antiga documentação escrita e conhecida de muitos dos vocábulos estudados. 3a ed. [Lisboa]: Horizonte [1977] 5 v.

SILVA NETO, Serafim da. História da língua portuguesa. 3a ed. Rio de Janeiro: Presença; Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1979. 672 p.

VASCONCELOS, Carolina Michaëlis de. Lições de filologia portuguesa; segundo as preleções feitas aos cursos de 1911/12 e 1912/13; seguidas das "Lições práticas de português arcaico". [Lisboa]: Martins Fontes [s. d.]. 441 p.